sábado, 30 de março de 2013

24/03/2013 - Meia Maratona Internacional da Caixa de Florianópolis

4a. Meia Maratona Internacional da Caixa de Florianópolis
Após uma semana do meu super treino na Meia Maratona Internacional de São Paulo, lá estava eu para o meu primeiro grande desafio do ano de 2013, a Meia Maratona Internacional da Caixa de Florianópolis, com a minha 4a. participação em anos consecutivos (ver Meias e Maratonas).  

Semanas atrás eu não estava muito confiante de poder melhorar o meu tempo esse ano por causa da dor no joelho esquerdo que ainda continua, mas com menor intensidade. Por conta disso, meus treinos foram todos mais leves. A confiança só voltou após a Meia Maratona de São Paulo, onde apesar do cansaço consegui um bom tempo e o joelho aguentou bem.

A minha meta ideal seria consolidar o sub 1h40min, mas já ficaria muito satisfeito se conseguisse melhorar o meu tempo em relação ao ano passado, 1h42min38s. Esses poucos minutos parecem poucos, mas a partir de uma determinada fase ficam bem mais difíceis de se conseguirem.

No dia da prova procurei chegar mais cedo que o normal, pois as ruas fechariam mais cedo e ficaria mais difícil o acesso e o estacionamento. Chegando às 6 horas da manhã (com largada da meia maratona prevista para as 7:30) já não haviam mais vagas nos bolsões da frente da beira mar. 

Chegando lá deu pra perceber o tamanho do evento, com várias tendas de assessorias esportivas e toda a estrutura montada. Fui então retirar o meu chip, ainda bem tranquilo.

Aos poucos toda a turma foi chegando. Alguns estreando na meia maratona, alguns participando da prova de 5 km e 10 Km, outros participando como ritmistas da prova de 10 Km, e os amigos que também foram só pra dar aquela força.

Gostei que a largada da meia maratona e das provas de 5Km e 10Km foram em horários diferentes (15 minutos), evitando aquele congestionamento maior. Com isso pude largar tranquilo e com a beira mar totalmente fechada ficou mais fácil pra impor o ritmo desde o começo.

Minha briga seria contra o relógio. Tinha que manter a média de 4:44 min/Km em todos os 21,097 Km. No começo até que estava fácil. Saímos da Praça Sesquicentenário no sentido do túnel da Beira mar Sul. Com o tempo ainda fechado ajudando e a empolgação inicial passei pelo 5º Km (próximo ao túnel) bem abaixo dessa média (4:35 min/Km), mas já prevendo que precisaria dessa diferença para o final. Até então nem havia bebido nada.

O mais legal de correr em casa é ter o apoio dos vários amigos durante a prova. Entre os próprios atletas muitos conhecidos. Na volta do trecho do túnel e ida do pessoal que participou da prova de 10 Km, mais um banho de incentivo. Acho que isso fez com que eu conseguisse fechar os primeiros 10 Km em 46min18s, praticamente o tempo que eu faço em prova só de 10 Km. Muito diferente da meia de São Paulo onde não conhecia quase ninguém e praticamente não havia ninguém nas ruas assistindo.


Tomei o meu primeiro gel de carboidrato passando pelo 8º Km, além de me hidratar em seguida. Passamos pelo local da largada onde havia toda a concentração do pessoal que assistia. Mais incentivo e algumas fotos.


1º Km – 04:24
6º Km - 04:42
11º Km - 04:47
16º Km - 04:47
21º Km - 04:41
2º Km - 04:42
7º Km - 04:39
12º Km - 04:48
17º Km - 04:51
220 m - 00:56
3º Km - 04:39
8º Km - 04:35
13º Km - 04:50
18º Km - 04:51

4º Km - 04:33
9º Km - 04:41
14º Km - 04:54
19º Km - 04:50

5º Km - 04:35
10º Km - 04:47
15º Km - 04:59
20º Km - 04:49


Após o 1 Km foi acabando um pouco o gás, começou também aquele trecho mais monótono em sentido à UFSC. E pra complicar um pouco o sol começava aparecer com mais intensidade. Comecei a sentir um pouco as pernas a partir do 13º Km. Achei muito cedo para isso e fiquei com medo de perder o ritmo. Os paces começaram a subir chegando quase aos 5 min/Km no  15º Km, onde foi o retorno próximo à UFSC. Mesmo assim passei por ele com 1h10min36s, apenas 26 segundos acima do meu melhor tempo na distância. 

A cabeça começava a brigar com o corpo. Por um lado o tempo me permitiria chegar no meu objetivo, por outro as pernas pediam para parar, e ainda faltavam pouco mais de 6 Km. 

Saquei outro gel, tomei e tentei voltar ao ritmo. Não dava pra ser igual ao do início, mas pelo menos consegui próximo da média necessária. Já na reta final da prova, próximo ao Km 17, eu já quase desistindo de brigar pelo tempo, encontrei com o amigo Luiz Felipe passando de bike. Ele me deu aquela força e me acompanhou durante algum tempo. Com isso mantive o pace sem deixar escapar muito.

No Km 19, já no final da prova, as pernas estavam praticamente duras, mas ainda tinha que dar um pique. Sabia que esses quilômetros finais fariam a diferença, e fiz tudo que era possível e estava ao meu alcance. Consegui ainda reduzir um pouco o pace. 

Não tem imagem melhor do que avistar o portal de chegada. Sabia que estava no limite do meu tempo alvo. Ainda forcei um sprint que dava no momento. Com isso fechei a prova com o tempo líquido de 1h40min20s. 

A distância apontada pelo meu Garmin foi de 21,220 Km. Por mais otimista que estivesse não tinha em mente que conseguiria um tempo desse já nessa meia de Março. Além disso, por muito pouco não consegui a minha meta ideal de sub 1h40min na prova (se bem que pelo Garmin passei com 1h39min49s pelos 21,097 Km).

Fiquei muito contente pelo resultado, o que me deixou bem mais confiante para as próximas e também para a minha primeira maratona do ano, em Porto Alegre.

 Retirado do kit na véspera
 Teste do Pedígrafo (pisada)
 Minha vista da largada
 Vencendo os viadutos
 Passando pelo local da largada
 Em direção a UFSC
 No quilômetro final com o Diemerson
Chegada com tempo de 1h40min34s e tempo líquido de 1h40min20s

Local: Beira mar Norte - FLN/SC
Data: 24/03/2013 
Horário: 07:20 Hs 
Distância: 21,097 Km (21,220 Km) 

Inscrição: R$ 65,00
Kit: Sacola, camiseta, meia, toalha, chip e Número do peito    

Tempo: 1h40min20s
Pace: 4:44 min/Km

Colocação: 028 de 109 (categoria 40-44 anos)
Colocação: 220 de 786 (masculino)
Colocação: 248 de 979 (geral)

quarta-feira, 20 de março de 2013

17/03/2013 - 7ª Meia Maratona Internacional de São Paulo

7a. Meia Maratona Internacional de São Paulo
video
Vídeo da minha chegada
Resultado
A Meia Maratona Internacional de São Paulo não estava nos meus planos este ano. No lugar dela estava pensando em fazer a Meia Maratona de Joinville que seria no mesmo dia e bem mais perto.

Entretanto por uma oportunidade de ouro consegui comprar passagem de ida e volta para São Paulo por menos de R$ 50, e como a minha família também é de São Paulo foi mais interessante ir pra lá.

Cheguei sábado pela manhã. Fui retirar o kit à tarde com o meu pai faltando praticamente uma hora para encerrar a entrega. Ainda bem que estava bem tranquilo. Deu até pra entrar no estádio onde estava tendo os treinos de atletismo. 

Como a corrida seria de manhã bem cedinho, com largada prevista para às 7:30, e as ruas costumam ser fechadas antes, optei por dormir na casa da minha irmã, que mora cerca de 3 Km da largada, em frente ao Estádio do Pacaembú. Dessa forma poderia ir a pé, aquecendo, sem preocupação para estacionar o carro.

Durante a noite de sábado choveu bastante e a previsão para o domingo também era de chuva. A sorte que tivemos é que no horário da corrida São Pedro decidiu colaborar e deu uma trégua. Isso deixou as condições climáticas ideais para se fazer uma meia maratona. Pelo menos para mim.

Fui para a largada, acompanhado da minha irmã e do meu cunhado, que também aproveitaram pra fazer uma caminhada até lá. Uma corrida fora de casa é um pouco estranha, pois não encontramos tantos conhecidos. Parecia um peixe fora d´agua. Além de ser muito difícil encontrar alguém no meio daquela multidão.

Quando fizemos a inscrição indicávamos o tempo que gostaríamos de concluir a meia maratona e assim divididos por setores na largada. Baseado nessa informação, recebíamos uma pulseira com uma determinada cor indicando o nosso setor. Achei bem legal. 

Entretanto, no alinhamento da largada pelo que percebi, não teve muito esse negócio de obedecerem os setores. Até tinham as entradas para cada um, mas depois se misturavam todos. Além disso teve o pessoal que correu os 5 Km que não sei em que setor entrou.

Como o metido aqui se inscreveu para o setor de sub 1h40min (cor vermelha), larguei mais a frente. E pude comprovar na prática a diferença que faz correr mais livre, principalmente no começo. Eram aproximadamente 5 mil atletas participando da meia maratona.

Dada a largada, demorei pouco mais de 30 segundos para passar pelo portal. Foi rapidinho. Logo ganhamos a reta da Av. Pacaembu. Muito bom pra se começar uma prova, pois inicialmente trata-se de uma descida. Por ela se vão mais de 2 quilômetros, e apesar de muitos atletas, corria sem precisar fazer os zigue-zagues como na São Silvestre.

O meu plano era fazer todos os paces abaixo de 5 min/Km, ou seja, concluir a prova em pelo menos 1h45min. Inicialmente até que estava conseguindo ir razoavelmente bem.

1º Km – 04:59
6º Km - 04:48
11º Km - 04:53
16º Km - 05:20
21º Km - 04:57
2º Km - 04:32
7º Km - 04:55
12º Km - 04:52
17º Km - 05:12
150 m - 00:44
3º Km - 04:51
8º Km - 04:46
13º Km - 04:55
18º Km - 05:07

4º Km - 04:45
9º Km - 04:48
14º Km - 05:08
19º Km - 04:47

5º Km - 04:46
10º Km - 04:57
15º Km - 04:57
20º Km - 04:50


Fui tentando controlar a cada quilômetro, e se possível, ir ganhando alguns segundos para a parte final da prova que é mais difícil de sustentar. Os primeiros 5 Km em trechos de mais descidas que subidas foram bem tranquilos, tirando a dispersão inicial. Esse primeiro quarto foi praticamente por toda a Av. Pacaembu e o Elevado Costa e Silva. Passei com o tempo um pouco abaixo de 24 minutos. Como estava fresquinho, até então não havia pegado água para me hidratar.

Nos próximos quilômetros, passando pela Rua Amaral Gurgel, Av. Duque de Caxias, Av. Rio Branco e Rua José Paulino, cravei os 10 Km com o tempo de 58min10s, sendo que pouco depois do Km 8 aproveitei para tomar um gel de carboidrato. Continuava concentrado na minha meta de menos de 5 min/Km por pace.

Entramos depois em um retão pela Rua Conselheiro Nébias e Av. Rudge, chegando no 15° Km em frente a estação de metrô Barra Funda. Eu já estava intercalando a hidratação, posto sim, posto não. Tinha opção de garrafinhas e copos. Também teve Gatorade, mas não me recordo em quantos pontos. Nesse quarto da prova começaram as primeiras subidas mais complicadas e no 14° Km não consegui mais manter o pace de 5 min/Km. Ainda assim passei o 15° Km com 1h12min54s. Só pra ter uma ideia da dificuldade de correr bloqueado e em zigue-zague, na São Silvestre (aproximadamente 15 Km) o meu tempo foi de 1h21min07s em 2012.

Faltavam somente mais 6 Km, mas por ruas quebradas e mais estreitas, como a Tagipuru e Fuad Naufl, que ainda intercalavam vários trechos de subidas exigindo muito mais das pernas  e quebrando novamente o meu ritmo no 16°, 17° e 18° Km. Bateu um desânimo nesses 3 quilômetros, pois dessa forma não conseguiria fazer o meu tempo planejado de sub-1h45min. Com a chegada novamente ao Elevado Costa e Silva consegui retomar o ritmo anterior, mas me exigindo muito mais esforço. 

Uma coisa que acabou sendo repetitiva foi a passagem pelo Elevado que acabou ocorrendo  no início e no final da prova ida e volta, ou seja, acabamos passando praticamente 4 vezes por um mesmo local.

Depois de sair do elevado novamente, passamos por mais algumas ruas e entramos para a reta final na Av. Pacaembú. Já não tinha boas lembranças dessa subida e sabia que apesar de não ser tão pesada era relativamente comprida. Tinha voltado a briga para fazer o sub 1h45min, mas no limite. Não poderia mais fazer o pace acima de 5 min/Km a essa altura. Usei todo o restante de força que me restava e subi o mais forte que consegui. Foi até bom, pois passei bastante gente nessa reta final.

Próximo da chegada, quando avistei o relógio de longe ele mostrava 1h44min e faltavam pouco mais de 50 metros para concluir. Nessa hora estava mais aliviado. Cruzei a linha de chegada com o tempo líquido de 1h43min51 e o tempo bruto de 1h44min19s.

Pra variar cheguei bastante exausto. Bebi umas 3 garrafas de água, peguei o meu kit lanche pós prova e fui retirar a medalha. No caminho encontrei o Thiago e o Lineo da Integral Assessoria que também esteve presente no evento.

Depois de tudo isso, ainda tinha mais 3 Km de caminhada de volta para a casa (no sentido oposto a chegada), e pude curtir a chegada do pessoal, inclusive do amigo Roberto Itimura, um grande exemplo de superação.

Algumas considerações: 
1) Apesar de muitos atletas participando, não havia praticamente a participação popular pelas ruas como se vê no percurso todo da São Silvestre.
2) A passagem pelo Elevado Costa e Silva se tornou repetitiva por duas passagens ida e volta.
3) Nos 6 quilômetros finais aumentam a dificuldade com a presença de várias subidas.
4) Não é a melhor das meias maratonas para se fazer tempo.
5) A distância da meia maratona estava bem aferida.
6) Como na São Silvestre, tivemos o vídeo da chegada gratuito para baixar.

Na retirada do kit (Conjunto Desportivo Constância Guimarães)
 Kit da meia maratona, inclusive com ovinho de Páscoa
 Meu pai visitando o estádio de treinamento do atletismo na retirada do kit 
 A caminho da largada - Essa placa eu só veria no final da prova
 Meu cunhado Sérgio que foi dar uma força e me acompanhar
 Na expectativa da largada. Eu estou de azul do outro lado.
 Em algum lugar do percurso. No pique.
Missão cumprida - 1h43min51s (tempo líquido)

Local: Pacaembú / SP
Data: 17/03/2013 
Horário: 07:30 Hs 
Distância: 21,097 Km (21,150 Km) 

Inscrição: R$ 80,00
Kit: Camiseta, sachê de carboidrato e whey protein, capuccino em caixa, ovinho de páscoa, torrone, barras de cereais, chip descartável, pulseira por setor, e Número do peito    

Tempo: 1h43min51s
Pace: 4:55 min/Km

Colocação: 0177 de 0690 (categoria 40-44 anos)
Colocação: 0996 de 4074 (masculino)
Colocação: 1048 de 4754 (geral)

segunda-feira, 18 de março de 2013

10/03/2013 - Corrida Rustica Aniversário de São José

Corrida Rustica Aniversário de São José
Resultado
Em comemoração ao aniversário da cidade foi realizada a Corrida Rústica de São José nesse último final de semana. Apesar de ser no mesmo local onde costumo treinar, faz tempo que não participava de uma corrida por lá.

A retirada do kit de participação foi feita na loja Centauro do Continente Park Shopping, na véspera. Pra quem mora por aqui é tranquilo, mas muitos atletas vem de fora e a logística acaba complicando. Tenho o mesmo problema quando vou correr fora. Não vejo necessidade de se colocar a retirada do kit um dia antes para provas com menos de 500 atletas.


O dia da prova amanheceu com sol e a corrida com largada programada para às 9 horas não foi uma das melhores escolhas. Nesse horário o sol já está firme e forte e com um pouco mais de atraso piora ainda mais. Acho que poderia ter sido pelo menos 1 hora mais cedo.

Minha expectativa para a prova era testar meu desempenho nos 10 Km, uma vez que abandonei um pouco os treinos de tiros por causa do joelho e só estou treinando mais em ritmo de prova longa.

Para a prova foram disponibilizadas as opções de 5 Km, e 10 Km (principalmente para quem participa do ranking da ACORSJ). A largada contou com aproximadamente 300 atletas. Na empolgação inicial acabei acompanhando boa parte do pessoal e não foi bem o que eu deveria ter feito. Só depois me dei conta que eles estavam com o ritmo parecido com os meus treinos de tiro. Aí já era tarde. Previsão de muito sofrimento pela frente.

Como já estava quente parece que o cansaço veio mais cedo. Mas mesmo assim consegui terminar a primeira volta (5 Km) em um tempo bom para mim. Só que já estava com a ideia de ficar por ali mesmo. Ao completar a primeira volta parei e caminhei um pouco para beber água e me recuperar um pouco.

Voltei a correr, mas dessa vez o ritmo já era outro. Não estava aguentando. E muitos atletas também estavam sofrendo com o calor e até passando mal. O calor judiou mesmo da turma.

1º Km – 04:13
2º Km - 04:20
3º Km – 04:38
4º Km – 04:35
5º Km – 04:38
6º Km – 04:55
7º Km - 05:00
8º Km – 05:11
9º Km – 04:57
10º Km – 04:40

Já que estava difícil mesmo para tentar qualquer melhora de tempo, decidi mudar um pouco a estratégia. Iria andar um pouco e correr mais forte até cansar. Não estava conseguindo correr continuamente. Acho que foi a melhor coisa que fiz, pois não sofri muitas ultrapassagens e fui mesclando uns trechos de descanso e hidratação.

No total acho que foram 6 caminhadas durante a prova. Coisa rápida de menos de 30 segundos, mas que me permitiram chegar.

No último quilômetro consegui vir até um pouco mais forte, e muito exausto e suado, cruzei o portal de chegada com o tempo de 47min09s. Legal que o percurso fechou os 10 Km certinho. Se fosse em uma prova normal não consideraria um resultado bom, mas pelas circunstâncias até que foi interessante. 

Ainda bem que ao chegar tínhamos disponível uma farta mesa de frutas com direito até a melão e uvas. Hidratação também não foi problema, apesar do forte calor. O duro foi a recuperação mesmo. Fiquei mais de 10 minutos para voltar ao normal.

Na minha opinião, tirando o horário tardio da largada e a retirada do kit na véspera (que me fez gastar R$ 11,00 só de estacionamento), o restante foi tudo muito bom. 

 Sebastião, a Luciana (diretamente do RJ) e eu
 Muitas frutas para os atletas. Tinha até melão e uvas.
 Preparativos para a largada
 Correndo pela beira mar
 Lá vem o Analto me passar !!!
Troféus inclusive para as categorias. Bateu na trave. Fui o sexto na categoria

Local: Beira mar de São José / SC

Data: 10/03/2013
Horário: 9:00 Hs 
Distância: 10Km (10,01 Km) 

Inscrição: R$ 30  
Kit: Camiseta, número de peito e chip.

Tempo: 47min09s
Pace: 4:44 min/Km

Colocação: 006 de 015 (categoria 40-44 anos)
Colocação: 059 
de 138 (masculino)
Colocação: 060 de 174 (geral) 

quarta-feira, 13 de março de 2013

24/02/2013 - 1ª Corridas Loucos por Corridas do Pereba - FLN/SC

1a. Corrida Loucos por Corridas do Pereba - FLN/SC
Resultado
Última corrida do final de semana. Já estava ficando sem pernas. Porém, principalmente essa, não poderia deixar de participar. Era 1a. Corrida Loucos por Corridas do Pereba. 

Foi a primeira vez que participei da corrida com o novo horário das 17:30. Fui junto com o Ênio Augusto que também estava participando da trilogia de corridas no final de semana.

Quando chegamos, já era grande a concentração de atletas. Cada vez mais aumenta o número de participantes nessa corrida. Isso é muito bom. A organização também está se modernizando, com relógio de tempo no portal, numeração de peito, resultado eletrônico, troféus novos, E isso tudo  por um valor de inscrição bem acessível.

Primeiramente teve a corrida das crianças. Ainda não consegui convencer o meu filho voltar a participar. Vou continuar tentando. Em seguida foi dada a largada para os adultos, com mais de 70 atletas participando.

Larguei mais atrás e disposto a não forçar muito, mesmo porque não dava. Os quilômetros iniciais como sempre são mais rápidos. Mas pouco antes da metade já estava sentindo o peso das corridas anteriores. Não tinha mais gás e nem pernas.

1º Km – 04:43
2º Km - 04:46
3º Km – 04:57
4º Km – 04:51
5º Km – 05:17
780m – 03:47




Como é um percurso que exige muito por causa das várias subidas e descidas meu ritmo foi diminuindo. Não tinha o que fazer. Eu já estava consciente da dificuldade que seria fazer a prova em ritmo forte pelas circunstâncias. 

A parte final foi ficando cada vez mais difícil e mesmo já sem objetivos nenhum foi bem sacrificante, principalmente a subida que leva a reta final do percurso. Cheguei completando a prova com o tempo de 28min15s, bem acima do meu melhor tempo de 26min32s. Outro agravante é a dor que estou sentindo no joelho esquerdo que se acentua principalmente em terrenos de altos e baixos.

Na chegada, além da medalha, tivemos várias frutas, cuca, água, sucos. Tudo muito bom. Fiquei feliz por ter completado o meu desafio de 3 corridas no final de semana em menos de 24 horas. Teve até troféu da categoria.

Agora é se preparar para as corridas mais longas, pois as três desse final de semana foram na casa dos 5 Km.

Aquecendo
Largada
Vamos subir
Reta de chegada
Belo registro do amigo Gabriel Gadotti

Local: Em frente a igreja do Abraão - FLN/SC

Data: 24/02/2013 
Horário: 17:30 Hs 
Distância: 5Km (5,78 Km) 

Inscrição: R$ 10   
Kit: Não teve

Tempo: 28min15s
Pace: 4:53 min/Km

Colocação: 6 de 8 (categoria 40-44 anos)
Colocação: 37 
de 61 (masculino)
Colocação: 37 de 71 (geral) 

quinta-feira, 7 de março de 2013

24/02/2013 - 17ª Corrida da Praia da Pinheira - Palhoça/SC

17a. Corrida da Praia da Pinheira
Resultado
Pouco mais de 12 horas da Corrida da Lua Cheia lá estava eu para a minha segunda das três  participações do final de semana. Era a tradicional Corrida da Pinheira que completou a sua 17a. edição, realizada pelas areias da Praia da Pinheira.

O horário da largada, marcado para às 10 horas e atrasado em aproximadamente 30 minutos complicou um pouco a vida dos atletas, pois com avanço no horário a temperatura foi aumentando. Menos mal que a areia estava firme, sem grandes irregularidades. Boa para correr.

Ao contrário do ano anterior, essa edição contou com uma boa participação, cerca de 80 atletas, que vieram inclusive de outras cidades para prestigiar o evento e para brigarem pela premiação em dinheiro oferecida. 

Inicialmente, como todos os anos teve a corrida das crianças, distribuídas pelas várias faixas etárias, e que também puderam se divertir e participar de uma disputa saudável.

Logo em seguida foi dada a largada para a prova principal. Eu estava sem um objetivo formado, pois tinha corrido na noite anterior, mas tentaria pelo menos melhorar o tempo do ano passado, de 25min38s para a distância de 5,39 Km.

Larguei razoavelmente forte tentando acompanhar alguns parceiros de paces, mas isso só durou o primeiro quilômetro. Em seguida meu rendimento já despencou. Essa combinação de calor e areia me incomoda. Ainda bem que essa foi a última da temporada. 

Todo o percurso foi realizado pela praia que já contava com a presença de vários banhistas. Teoricamente seriam 3 Km para ir e 3 Km para voltar.

1º Km – 04:30
2º Km - 05:01
3º Km – 04:57
4º Km – 04:42
5º Km – 04:50
440m – 02:07






Um pouco antes do 3o. Km encontrei a Luísa, que seguia em um ritmo muito bom. Aproveitei para tentar acompanhá-la, mas estava bem difícil. Logo chegamos no retorno que foi mais cedo do eu imaginava. Ainda bem. Retornamos e logo o seu Ademir também juntou-se a nós.

Eu já estava desistindo de tentar acompanhá-los. Estava até ficando mais para trás, mas consegui manter o meu ânimo a duras penas. Por isso é bom correr junto com os amigos de pace. No final, eles estavam mais inteiros e chegaram um pouco mais a frente. Concluí o percurso em 26min06s, bastante esgotado. O Garmin registrou 5,44 Km. Não consegui melhorar o meu tempo, mesmo a distância sendo um pouco maior. Vai ficar para o próximo ano

Tive que me hidratar bastante. Depois fiquei assistindo a premiação. Para a minha felicidade, ganhei o meu primeiro troféu do ano, 5o. lugar na categoria. Depois fui tomar um belo banho de mar e aproveitei para almoçar em um restaurante da região.

O meu desempenho na corrida não foi dos melhores, mas valeu pelo passeio.








Local: Praia da Pinheira - Palhoça/SC

Data: 24/02/2013 
Horário: 10:00 Hs 
Distância: 5Km (5,440 Km) 

Inscrição: R$ 20   
Kit: Não teve

Tempo: 26min06s
Pace: 4:34 min/Km

Colocação: 5 de 7 (categoria 40-44 anos)
Colocação: 38 
de 65 (masculino)
Colocação: 40 de 75 (geral)