segunda-feira, 17 de junho de 2013

09/06/2013 - Meia maratona de Floripa O2

Meia Maratona de Floripa O2 / SC
Vídeo da chegada

Apesar de ter sido uma semana antes da 30a. Maratona Internacional de Porto Alegre (viabilizada pela mudança de data), essa era a minha maior aposta de Meia maratona no ano para bater o meu recorde pessoal e melhorar o sub 1h40min, conquistado ano passado na mesma corrida, mas bem no limite: 1h39min59s.

Sabia que a minha preparação não estava adequada para essa prova, pois vinha focado em treinos longos e mais lentos para a maratona. Mesmo porque não queria arriscar o meu joelho com treinos mais fortes. Ele ainda continuava com um pouco de dores.

Entretanto, não conseguir melhorar o tempo do ano passado seria um frustração para mim. Esse era o objetivo a ser cumprido.

A Meia maratona de Floripa é para mim a melhor prova aqui de Santa Catarina. Mesmo com os problemas de alteração do percurso em cima da hora, que não permitiu a passagem pelas pontes que ligam a ilha ao continente. A atração ficou sendo a passagem pelo túnel. 

Chegamos ao local da largada bem cedinho, pois com a alteração do local da largada era óbvio que não seria fácil estacionar próximo na beira mar norte. Mesmo chegando com mais de uma hora de antecedência tive que deixar o carro há umas 5 quadras.

A largada prevista para às 7:30 foi pontual. Porém, não foi do agrado da maioria a largada conjunta. Havia as modalidades de 5 Km, 10 Km e meia maratona. Com o afunilamento havia uma grande concentração de atletas. Isso fez com que a largada para alguns demorasse mais de 10 minutos. Até havia marcadores de posições por ritmo, mas digamos que não funcionou muito. 

1º Km – 04:35
6º Km - 04:40
11º Km - 04:40
16º Km - 04:46
21º Km - n/a
2º Km - 04:47
7º Km - 04:40
12º Km - 04:41
17º Km - 04:45
210m    - n/a
3º Km - 04:33
8º Km - 04:47
13º Km - 04:42
18º Km - 04:45

4º Km - 06:25
9º Km - 04:38
14º Km - 04:44
19º Km - 04:42

5º Km - 02:60
10º Km - 04:41
15º Km - 04:48
20º Km - 04:36


Eu consegui me posicionar um pouco mais a frente e não perdi muito tempo para passar pelo portal. Mas em seguida fiquei limitado pelo estreitamento da pista. Para não ficar tão preso tive que cortar por fora. Eu estava buscando meu recorde pessoal nessa prova e segundos poderiam ser decisivos.


A estratégia era tentar manter o ritmo na faixa dos 4:40/Km. Para os primeiros 12 Km isso é razoavelmente tranquilo, mas o duro era manter depois disso.

Consegui me segurar no início e manter um ritmo constante, sempre me orientando e acompanhando pelo relógio. Os tempos do 4º Km e 5º Km estão fora do padrão por causa da passagem pelo túnel (o GPS para de funcionar, mas compensa depois). Então, aproximadamente vale a média dos dois, que daria um pace de 4:33 min/Km. Isso garantiu uns créditos para o final.

Nos quilômetros que se seguiram fomos encontrando muita gente conhecida pelo caminho e alguns amigos que até nos acompanharam. Isso é legal que dá uma animada. De qualquer forma, eu estava concentrado em manter o meu pace. Hidratação, quase não precisei, mas adotava a prática de pegar água/garotade em um posto sim e outro não. 


Tomei o primeiro e único gel próximo do 10º Km. O ritmo foi legal até o 13º Km. A partir daí foi caindo um pouco, mas nada que me deixasse fora do meu objetivo. Estava controlando Km a a Km. Só que a partir do 15º Km, já um pouco desgastado, estava perdendo alguns segundos importantes. 


No final do 18º Km percebi que já estava no limite para não conseguir bater o meu recorde pessoal, mas estava tentando segurar ao máximo. Eis que aparece o amigo Sebastião para me socorrer e fazer pace até o final. Foi essencial essa força nos últimos 2,5 Km. Consegui retomar o ritmo anterior e no finalzinho ainda deu para dar um sprint e cumprir o meu objetivo.


Passei pelo portal com o tempo bruto de 1h40min01s. Juro que tentei não deixar escapar esse 1 segundo. Ainda bem que o tempo líquido tinha dado 1h39min46s, graças a aquele tempo gasto até a passagem pelo portal. Novo recorde mundial pessoal. Muito feliz. E com a grande ajuda do Sebastião Santos que, além de possibilitar esse meu feito, fez vários registros do pessoal na Meia maratona de Floripa. Valeu, Sebastião !!!

Depois foi só alegria, hidratação, fotos e muita confraternização com os amigos. Estava preparado para o sub-4hs na Maratona de Porto Alegre.

 Registro inicial da turma antes da prova
 Na largada, com a Luciana. Presença de amigos de outros estados.
 Largando por fora
 Chegando (by Ana Clara)
 Sprint final para o novo recorde mundial pessoal.
ao lado do amigo Analto
 Gostei da ideia de ser capa de revista
Missão cumprida. 
Novo recorde mundial pessoal na meia-maratona: 1h39min46s

Local: Beira mar Norte - FLN / SC
Data: 09/06/2013 
Horário: 07:30 Hs 
Distância: 21,097 Km (21,220 Km)

Inscrição: R$ 84,30
Kit: Sacola, camiseta, boné, gel, chip descartável e Número do peito    

Tempo: 1h39min46s
Pace: 4:42 min/Km

Colocação: 039 de 0255(aproximado) - categoria 40-44 anos
Colocação: 240 de 1483(aproximado) - masculino
Colocação: 252 de 2028(aproximado) - geral

10 comentários:

  1. Muito bom Eduardo!

    Sub 1h40! Parabéns pela conquista dessa marca.
    Lendo seu relato, me senti fazendo a prova, não tão rápido é claro, rs.

    Boa recuperação e bons treinos.

    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Marcelo. Aos poucos vamos conseguindo alguma evoluçãozinha. O negócio é não parar.Boa preparação para o amigo também. O segundo semestre vai ser dureza !!! Abraço.

      Excluir
  2. Tempão. Tem que ir de segundo em segundo. Fica mais fácil, mas nunca é fácil. Fosse bem no ritmo. Acho que o sub 4 horas poderia vir com uns 3h30' na maratona hein. Vamos aguardar o relato para ver como foi. (haha)

    Ah, e contar com a ajuda do Sebastião é quase doping. Acho que o recorde não vai vai ser homologado...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rs...vamos com calma. Meia maratona já foi bem mais difícil. Espero que a maratona também aos poucos vá ficando mais fácil. Vamos aguardar o relato, mas 3h30min já posso adiantar que é algo impossível nesse momento...rs. O Sebastião só substituiu o meu Garmin que acabou a bateria, com uma pequena diferença de pace. Agora já está devidamente certificado !!!

      Excluir
  3. Eduardo,

    Parabéns pelo seu excelente tempo! Sub 1h40' na meia maratona e novo recorde pessoal mundial :). Uma performance invejável (comparando-se com meus padrões).

    Ah, e inclusive eu soube pelo blog do Enio Augusto que você também correu muitíssimo bem uma semana depois, na maratona de Porto Alegre, conquistando um sub 4h (3h52'39"). Sensacional!

    Eu sigo aqui, treinando pelas ruas de Campinas, com o objetivo (mais modesto) de fazer sub 1'50" na Golden 4 Asics SP e também bater meu recorde pessoal mundial na distância (1h56'15" na primeira e única meia que corri até então).

    Bos sorte, boa recuperação e bons treinos.
    Grande abraço.
    Brunno - http://movidoaendorfina.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Bruno. Essas minhas brigas com o sub 1h40 na meia e sub 4hs na maratona já são de longa data. E acho que uma acabou levando à outra. Gosto de colocar metas para poder manter o foco. Logo logo você vai ver que vais conseguir ir quebrando os seus recordes mundias pessoais. Isso é muito bom, pois mostra a evolução dos treinamentos. Se vc, já começou com 1h56min15s na primeira vai melhorar bem mais rápido. A minha primeira foi feita em mais de 2 horas. Bons treinos e parabéns pelo blog também. Abraço.

      Excluir
  4. Eduardo,
    Que notícia mais boa. Parabéns pelo seu novo recorde pessoal. Realmente fantástico. Já falei que adoro ler seus relatos? São cheios de emoção e transmitem o que você sentiu passada a passada. Muito bom.
    Curta esta sensação de novo RP e cuide desse joelho aí.
    abraços
    Helena
    correndodebemcomavida.blogspot.com
    @Correndodebem

    ResponderExcluir
  5. Oi Helena. Muito obrigado. Também fiquei muito contente por não deixar escapar por pouco esse RP. Como esses segundinhos fazem a diferença.Podem deixar a gente bem mais motivado ou não...rs.. Também adoro ler os seus relatos e as suas dicas. Acho muito legal podermos compartilhar como são os nossos momentos. Gosto de saber como são as outras percepções e sentimentos durante a prova. Pode deixar que o joelho está no controle. Dele depende se os treinos serão mais fortes ou mais leves...rs. Um abração.

    ResponderExcluir