domingo, 25 de agosto de 2013

17/08/2013 - Dores na Perna/Joelho e Tratamento

18/09/2013 - Retorno ao Dr. Daniel. Recomendação de aumentar o volume gradativo e não forçar para a Maratona de SC. Ou fazer parte da maratona ou a prova de 10 Km, com interrupção caso apareça alguma dor. Lembrou que esse tipo de lesão, grau 2, tem a sua recuperação entre 3 e 6 meses. Mas não precisa parar de correr. Treino de 8 Km, alternando caminhada e trote após o 5o. Km, gelo e alongamento.

17/09/2013 - Gelo, 6,5 Km na esteira em 42 min, gelo e alongamento.

16/09/2013 - 10 min elíptico, musculação, exercícios de fortalecimento, 10 min plataforma vibratória, gelo e alongamento.

15/09/2013 - Volta ao ritmo de corrida: 6,45 Km em 29min40s (pace 4:36 min/Km). Sem dores. Gelo, alongamento, exercícios funcionais e gelo novamente.

14/09/2013 - Gelo, 21,1 Km de bike, alongamento, exercício de fortalecimento e gelo.

13/09/2013 - Gelo, 10 min correndo na esteira, musculação, exercícios de fortalecimento, gelo e alongamento.

12/09/2013 - Treino de 7 Km em 36min01s, exercícios de fortalecimento, gelo e alongamento. Nenhuma dor durante a corrida.

11/09/2013 - 12a. e última sessão de fisioterapia: 15 min bike, exercícios de fortalecimento, ultrassom, alongamento e gelo. 

10/09/2013 - Gelo, trote de 6 Km em 33min25s, gelo e alongamento. Nenhuma dor durante a corrida.

09/09/2013 - 11a. sessão fisioterapia: 10 min bike, exercícios de fortalecimento, ultrassom, alongamento e gelo. Musculação (5 min elíptico - musculação). Gelo.

08/09/2013 - Gelo, alongamento, treino de 11 Km alternando caminhada e trote com os 2 primeiros quilômetros correndo forte, gelo e alongamento. Um certo desconforto e receio da volta da dor a partir do 5o. Km.

07/09/2013 - Gelo, corrida de 5 Km em ritmo de 5 min/km, gelo e alongamento. Nenhuma dor durante a corrida.

06/09/2013 - 10a. sessão de fisioterapia, com 10 minutos de bike, exercícios de fortalecimento, ultrassom, alongamento e gelo. Mais uma sessão de gelo.

05/09/2013 - 10 min na esteira alternando caminhada (1 min) e trote (2 min) - musculação, gelo, exercícios de fortalecimento e alongamento.

04/09/2013 - 9a. sessão de fisioterapia, com 10 minutos de bike, exercícios de fortalecimento, ultrassom, alongamento e gelo. Corrida e trote intercalado: 5 Km em 37min17s. Mais uma sessão de gelo e alongamento.


video

03/09/2013 - Gelo, Musculação (15 min na esteira alternando caminhada e trote de 1 minuto - musculação - 10 minutos de elíptico) - gelo, exercícios de fortalecimento e alongamento.

02/09/2013 - 8a. sessão fisioterapia, com 15 minutos de bike, exercícios de fortalecimento, ultrassom, alongamento e gelo. Mais uma sessão de gelo e alongamento. 

01/09/2013 - Caminhada acelerada de 8 Km em 1h11min58s. 1 sessão de alongamento, exercícios de fortalecimento e 2 aplicações de gelo.

31/08/2013 - Gelo e alongamento.

30/08/2013 - 7a. sessão fisioterapia, com 10 minutos de bike, exercícios de fortalecimento, choques elétricos e alongamento. 12 Km de bike - gelo. 

29/08/2013 - Gelo, Musculação (12 min caminhando esteira - musculação) - alongamento e gelo.

28/08/2013 - 6a. sessão fisioterapia, com choques elétricos, exercícios de fortalecimento nas pernas, ultrassom, alongamento e gelo. Caminhada acelerada 4 Km em 33min42s. Mais uma sessão de gelo 

27/08/2013 - Gelo, Musculação (10 min caminhando esteira - musculação - 10 minutos elíptico) - alongamento e gelo.

26/08/2013 - 5a. sessão fisioterapia, com choques elétricos, exercícios de fortalecimento nas pernas, ultrassom, alongamento e gelo. Mais uma sessão de gelo e alongamento.

25/08/2013 - 15 Km de bike - 3 sessões de gelo e 2 de alongamento.

24/08/2013 - Caminhada acelerada 6 Km em 58min10s. 3 sessões de gelo e 1 de alongamento.

23/08/2013 - 4a. sessão fisioterapia, com choques elétricos, ultrassom, alongamento e gelo. Musculação (10 min elíptico - musculação - 10 minutos caminhando) - gelo. 

22/08/2013 - Caminhada acelerada de 8 Km em 1h14min16s. 1 sessão de alongamento e gelo.

21/08/2013 - 3a. sessão fisioterapia, com choque elétricos, ultrassom, alongamento e gelo com choque para fortalecimento da perna esquerda. 

20/08/2013 - 18 Km de bike - 1 sessão de alongamento de gelo.

19/08/2013 - 2a. sessão fisioterapia, com choque elétricos, ultrassom, alongamento e gelo. Musculação (15 min andando esteira - musculação - 10 minutos elíptico) - gelo.

18/08/2013 - 20 Km de bike. 2 sessões de gelo.

17/08/2013 - 2 sessões de gelo.

16/08/2013 - Início da fisioterapia na Clínica Nura - 1a. sessão, com ultrassom, pequenos choques elétricos e gelo.

15/08/2013 - 15 Km de bike

14/08/2013 - Retorno ao médico Daniel Carvalho na SOS Ortopedia. Conclusões mais preocupantes:
1) Pequena rotura do corno anterior do menisco lateral;
2) Importante síndrome de fricção do trato iliotibial;
3) Tendinose patelar proximal, com rotura intrassubstancial associada;
4) Bursite da pata anserina
Indicação de 20 sessões de fisioterapia e retorno em 18/09/2013.

13/08/2013 - Retirada do resultado da ressonância

07/08/2013 - Ressonância Magnética na "Lâmina Medicina Diagnóstica" da perna e do joelho esquerdo.

04/08/2013 - Na Corrida e Caminhada da Esperança não conseguia nem trotar. Caminhar estava muito difícil, mas consegui fazer os 5Km andando com muita dor no começo.

03/08/2013 - Das 4 voltas de 5 Km na maratona Beto Carrero, no meio da 2a. volta (7 Km aproximadamente) a dor começou, mas com o uso do Advil e do Calminex consegui completar as voltas que restavam.

31/07/2013 - Fui a SOS Ortopedia e me foi solicitado ressonância na perna esquerda (fíbula) e no joelho esquerdo. Para poder fazer a Maratona de Revezamento Beto Carrero, anti-inflamatório Biprofenid, Calminex, gelo e Advil.

28/07/2013 - Na T&F Run Series Iguatemi, a dor apareceu logo após o 5º Km e para poder completar a prova tive que correr de costas.

21/07/2013 - Na corrida da Volta à Lagoa da Conceição já senti a perna logo no 2º Km.

13/07/2013 - Senti a perna esquerda no 6º Km da Corrida Santo Amaro da Imperatriz.

08/07/2013 - Primeira vez que senti a perna esquerda após ter corrido 14 Km em treino. 

Sites:
http://www.aminhacorrida.com/sindrome-da-banda-iliotibial/
http://globoesporte.globo.com/eu-atleta/saude/noticia/2013/08/campeao-de-lesoes-entre-corredores-joelho-e-afetado-por-pe-coxa-e-quadril.html

sábado, 17 de agosto de 2013

11/08/2013 - Corrida e Caminhada pela Cura I9

Corrida e Caminhada pela Cura
Essa foi a última corrida que eu tinha pendente de inscrições já feitas. Novamente passei a semana anterior praticamente sem treino para ver se melhorava para a prova. Preocupado com isso tinha até alterado a distância de 14 Km para 7 Km.

Para a retirada do kit, contei com a ajuda da minha amiga Liz, que quebrou um galho e me poupou de ir até os Ingleses no dia anterior para retirá-lo. Muito obrigado, amiga.

No dia da prova acordei cedo e segui rumo a praia dos Ingleses. Chegando por lá encontrei com o amigo do IFSC, Delmar, e a sua esposa Ligia, que estava fazendo a estreia nas corridas de rua e já encararia os 7 Km, com direito a bons trechos de areia. O Delmar por enquanto só ficou nos registros, mas prometeu participar em breve. É isso aí !!!

O dia amanheceu bonito e ensolarado, totalmente oposto ao dia anterior. Muitos amigos dos Loucos por Corridas estavam presentes. Bem legal poder revê-los. 

Estratégia para a prova eu não tinha. Estava totalmente sem dores e inicialmente até estava pensava em sair em ritmo normal de prova, mas não quis correr o risco de por tudo a perder. Consegui me conter.

A largada aconteceu um pouco depois das 8:30, com cerca de 500 atletas. Eu já havia me posicionado mais atrás para me conter. Largamos pela areia da praia e por lá corremos cerca de 1,5 Km. A uma certa altura tivemos que acessar umas pontezinhas de madeira e  entrar por umas ruazinhas estreitas para contornar e poder continuar o trajeto pela praia.  

Com esses terrenos irregulares, já no final do trecho pelas areias comecei a sentir a perna. Dessa vez foi mais cedo que de costume. É aquela dor que não te tira totalmente de combate, mas te força a correr de maneira diferente, no meu caso quase mancando. Por isso tive que seguir em ritmo mais tranquilo.


1º Km – 05:23
2º Km - 05:13
3º Km – 04:53
4º Km – 05:06
5º Km – 05:05
6º Km – 05:00
890m - 04:27

Depois da praia entramos pelas ruas dos Ingleses. Fica um pouco mais fácil para correr. Eu particularmente prefiro percursos planos e não tão acidentados. Nessa parte tentei correr no melhor ritmo possível, mas sem sacrificar e forçar a perna, que seguia com as dores. A minha passada estava totalmente fora do normal para me defender da dor.

Muitas idas e vindas pelas ruas, mas sempre retornando à rua principal Rua das Gaivotas. Durante o percurso pude sentir um pouco o que a falta de treinos faz em relação ao condicionamento físico. Percebia claramente isso pela dificuldade que tinha na respiração.

Após terminarmos os trechos nas ruas saímos novamente na praia. Os últimos 500 metros seriam feitos por lá e com um retorno final que nos obrigava a passar por uma areia muito fofa. Bem puxado para uma reta final. Cruzei o portal nem tão exausto. Meu tempo líquido ficou em 35min05s. No final das contas até achei que não foi dos piores.

Em seguida recebemos isotônico e um belo pote de açaí. Bom seria se tivéssemos isso no final de todas as corridas. Caem muito bem, principalmente nos dias mais quentes.

Como tinha feito somente 7 Km aproveitei pra bater algumas fotos dos amigos que chegavam. A Ligia, esposa do Delmar, chegou muito bem na sua primeira corrida e gostou bastante. Está de parabéns. Ganharemos mais dois amigos nas corridas. 

Prova muito legal e em um ambiente excelente e de super alto astral. Até o tempo ajudou com um belo dia ensolarado. Fiquei mais um pouco para ver a premiação e em seguida fui embora, mas com uma grande preocupação: "não sabia mais quando poderia correr novamente".


 Eu e o Jabson (3o. colocado geral dos 14 Km)
 Belo registro do Felipe Cruz da Focoradical - Eu, Bruno e a Jany
 Hora da largada
 Acesso pela ponte
 Reta final pelas areias dos Ingleses
Chegada (registro da Cris)
 Campanha de doação de sangue
Eu, a Ligia (estreando) e o Delmar (registrando)

Local: Praia dos Ingleses - FLN/SC

Data: 11/08/2013 
Horário: 8:30 Hs 
Distância: 7Km (6,89 Km)  

Inscrição: R$ 45   
Kit: camiseta, squeeze, caneta, número de peito e chip.

Tempo: 35min05s
Pace: 5:05 min/Km

Colocação: 09 de 015 (categoria 40-44 anos)
Colocação: 49 de 088 (masculino)
Colocação: 56 de 180 (geral)

terça-feira, 13 de agosto de 2013

04/08/2013 - Corrida e Caminhada da Esperança - FLN/SC

Corrida e Caminhada da Esperança - FLN/SC
Este deve ser um dos meus relatos mais breve.

A minha participação seria basicamente para completar a prova, uma vez que na noite anterior tinha participado da Maratona Beto Carrero em dupla com o Enio, e estava bem quebrado.

Normalmente não teria grandes dificuldades, pois seriam somente 5 Km e iria correr sem compromisso de tempo. Porém, não foi tão simples assim.

Parece que não era dia para mim, uma manhã chuvosa e as dores na perna eram nada convidativos para a corrida, mas mesmo assim acordei cedo e fui. Estava inscrito mesmo.

Chegando por lá a chuva deu uma trégua, mas as dores na perna não. Muito pelo contrário, parece que pioraram. Era impossível correr, e pior nem trotar. Preocupação rondando a cabeça. O que fazer então ?

A saída foi tentar participar da caminhada mesmo. E foi bem isso que fiz. Dessa vez larguei e fiquei literalmente na última posição. A dor próxima do joelho continuava mesmo caminhando. 

Por várias vezes pensei em dar meia volta e desistir de vez, mas aí não teria graça. Que sensação diferente estava experimentando. Eu continuava em último, inclusive da caminhada, e estava ficando cada vez mais para trás. Mesmo assim segui bem devagar, e após uns 2 Km as dores foram diminuindo e pude andar um pouquinho melhor. Correr nem pensar.

1º Km – 11:09
2º Km - 10:05
3º Km – 10:29
4º Km – 10:35
5º Km – 10:32

Havia levado a máquina fotográfica junto comigo e pude ir registrando a passagem dos amigos do outro lado, já voltando. 

Pelo percurso encontrei o Maurício que também caminhava, provavelmente por conta de alguma lesão também, e o seu Célio e a esposa, que depois vim a saber que eram os pais da Soninha. Muito simpáticos. Viemos conversando e o tempo foi passando mais rápido.

Passei pelo portal com os exatos 5 Km em 52min54s. Boa experiência. Deu pra garantir a medalha e o kit lanche, pelo menos. Até a premiação já tinha acontecido. Agora é tratar dessas dores para me recuperar o mais breve possível.

A prova não teve chip e nem resultado divulgado. Foi bem de participação mesmo.

 O jeito foi participar da caminhada
 Eu consegui largar por último

 Seu Célio e esposa, excelente companhias na caminhada
 Com o Giovani Martinello (RBS Esportes)
 Com a Sonia Campos (Programa Vida & Saúde)

Com o vice-campeão da prova, o amigo Jabson Ascenso

Local: Beira mar continental - FLN/SC

Data: 04/08/2013 
Horário: 9:00 Hs 
Distância: 5 Km   

Inscrição: R$ 45   
Kit: Camiseta, Alfajour e número de peito.

Tempo: 52min54s
Pace: 10:35 min/Km

Colocação: xx de xxx (categoria 40-44 anos)
Colocação: xx de xxx (masculino)
Colocação: xx de xxx (geral)

sábado, 10 de agosto de 2013

03/08/2013 - Maratona de Revezamento Beto Carrero - Penha/SC

Maratona de Revezamento Beto Carrero
Resultado Geral
Resultado Categoria
Essa era uma prova que estava ansioso pra conhecer, por ser uma maratona com características diferentes das demais, noturna e em revezamento. E não foi difícil o Enio Augusto conseguir me convencer a participar com ele na categoria dupla masculina. 

O problema é que essa programação vinha de antes quando eu ainda estava bem fisicamente. De um mês para cá venho sofrendo com dores na perna esquerda que acontece depois de aproximadamente uns 5 Km correndo. Algo de difícil diagnóstico.

Já vinha diminuindo bastante o ritmo de treinos e na última semana nem treinei correndo. Fui ao médico e pedi uma ajuda para poder participar dessa maratona e não prejudicar o meu parceiro. Com a receita de alguns medicamentos pude chegar bem e sem sentir dor alguma para o dia da prova.

Como a cidade de Penha fica a pouco mais de 100 Km aqui da grande Florianópolis, decidimos ir e voltar no mesmo dia. Tínhamos o evento do Programa Vida & Saúde e a retirada do Kit da Corrida e Caminhada da Esperança no período da manhã, e a tarde teríamos que chegar no Beto Carrero até às 15 horas para a retirada do kit de participação.

Foi tudo corrido, mas chegamos a tempo. Deu até para aproveitar um pouco do Parque a partir das 15 horas, que ficou disponível para os atletas. Adicionalmente, o kit também tinha mais um ingresso para ser utilizado durante o mês de Agosto. 

A largada prevista para às 18:30 é feita do lado de fora do parque, no Kartódromo, onde fica montada toda a estrutura da prova. Aos poucos fomos encontrando vários amigos. Nos sentimos até em casa, entre os cerca de 2 mil atletas participantes.

O frio e o vento estavam implacáveis, e todos tentavam se abrigar da melhor forma possível. Um detalhe que vou deixar registrado aqui e não sabia antes é que os acompanhantes podem ir assistir e ficar no kartódromo, mas do lado de fora da pista, onde somente os atletas tem acesso. De qualquer forma, fica bem cheio. Muita gente prestigiando e dando aquela força.

A maratona de revezamento consistia em dar 8 voltas no circuito que incluía a passagem pela pista do kartódromo e por praticamente todo o parque Beto Carrero, sendo que a primeira volta tinha pouco mais de um quilômetro em relação as demais voltas. Essa incumbência ficou para o Enio. Ele faria a largada e eu faria o fechamento. Nossas expectativas iniciais de terminar próximo das 3h10min já estava fora de cogitação, e 3h30min já seria um resultado muito satisfatório para o momento.

A largada já é um show a parte. A primeira passagem pelo kartódromo é uma espécie de volta de apresentação, e deixa um rastro de atletas pela pista com um visual muito bonito. O Enio largou posicionado mais atrás e fez uma primeira volta muito boa com 6,17 Km em 29min17s. Nós havíamos decidido alternar as voltas e não duplicá-las como algumas das equipes fizeram. 

Eu fiquei tirando fotos e filmando a largada e depois me dei conta que estava do lado errado da pista, junto com o público. Só depois de um tempão consegui fazer a travessia da pista. Tínhamos levado uma mochila pra ficar revezando também, com as blusas de frio, toalhas, medicamentos (pra mim) e alguns alimentos. O vento frio estava castigando e ficar sem blusa era impossível enquanto aguardávamos um ao outro.

O interessante é que o final de cada volta é pela pista do kartódromo, o que nos permite enxergar o parceiro de revezamento, coisa de 1 Km antes. Isso facilita para nos prepararmos para a nossa vez. 

O Enio me entregou o bastão e eu deixei a mochila com ele. Saí bem empolgado nessa primeira volta, sem dores e na pilha da prova.  A volta consistia em sair do Kartódromo, seguir por fora em direção ao parque, percorrer as várias ruas do parque até acessar diretamente o kartódromo novamente e finalizar a volta. Isso dava algo em torno de 4,8 a 4,9 Km, dependendo das tangentes, pois o circuito apresentava várias curvas.

Durante a minha primeira volta, ainda me sentindo bem, pude contabilizar várias ultrapassagens, tinha contado mais de 40. Isso dá uma injeção de ânimo. Dentro do parque ainda tivemos a presença e o apoio de vários personagens, entre eles, os bichos do Madagascar, os artistas do Beto Carrero, piratas, fantasmas, monstros. Muito divertido. Posto de água tivemos no final do 2º Km e gatorade no final do 3º Km.

Eu tinha optado por correr próximo do meu limite, mas lembrando que teria mais 3 voltas pela frente. O duro é conseguir se conter nessa primeira volta, mas acho que foi bem razoável.  O alívio vinha quando adentramos pelo kartódromo, pois sabíamos que estávamos  finalizando a volta, além de todo o incentivo do público.

Passei o bastão de revezamento ao Enio e lá foi ele novamente. Agora as voltas seriam todas iguais. Nesse meio tempo de espera, dava pra descansar um pouco, se agasalhar, conversar com os amigos que esperavam também, tirar fotos. Só não dava pra ficar parado, pois estava muito frio. Esse intervalo de tempo era de aproximadamente 25 minutos. 

O Enio completou a 3a. volta e lá fui para a 4a. Fiz o 1ºKm ainda no ritmo inicial, mas no final do 2ºKm já comecei a sentir a tão temida dor na perna esquerda que já me perseguia há quase um mês. Só fiquei imaginando o que seria da nossa dupla se eu tivesse que começar a caminhar. Coitado do Enio. E pior, provavelmente não conseguiria mais revezar e ele teria que completar as outras 4 voltas (cerca de 20 Km) sozinho. Não seria nada fácil.

A dor não estava tão intensa, mas já tive que reduzir bem o ritmo para não quebrar de vez. Consegui com muito esforço completar essa volta já praticamente mancando no kartódromo. Não sabia se conseguiria fazer as próximas voltas. Já tinha avisado ao Enio na passagem do bastão.

1a. Volta 2a.volta 3a.volta 4a.volta
Enio 00:29:17 00:22:51 00:25:33 00:27:04
Eduardo 00:22:02 00:24:57 00:25:23 00:25:23 00:00:36














Lembrei então que o médico havia me sugerido tomar Advil caso sentisse dor. E foi o que fiz. Bendito remédio. Não vou dizer que melhorou 100%, mas consegui fazer a minha parte na 6a. e na 8a. e última volta. Não foram voltas fáceis, nem para mim e nem para o Enio, mas fizemos o possível para pelo menos atingir o nosso objetivo de ser sub 3h30min.

Na última volta o Enio se juntou a mim nos metros finais e pudemos comemorar a chegada juntos. Foi uma grande satisfação conseguir completar essa maratona em 3h23min06s, e ainda no tempo inferior ao que tínhamos planejado. Há várias semanas vinha preocupado com o desfecho dessa prova por conta da minha possível lesão. Foi uma tremenda sensação de alívio e estava muito feliz pelo resultado que não considero tão desastroso.

Nos hidratamos e comemos bem, pois somente após a conclusão da prova tivemos acesso as frutas e barras de cereais. E a fome era grande. Recebemos a medalha, que achei bem bonita. E em seguida nos organizamos para voltar pra casa, pois teríamos ainda mais 110 Km de estrada e o corpo pedia descanso.

Essa foi uma das provas mais legais que fiz esse ano. Muito bem organizada e que pretendo repetir no ano que vem, mas recuperado e mais inteiro. Ah, ainda sobrou o ingresso do Beto Carrero para aproveitar nesse mês.


Na retirada do kit com Enio Augusto
Aproveitando um pouco o parque e reconhecendo o percurso
Quase dois mil atletas participando
Na estrada quase na entrada do Parque Beto Carrero
Aqui foram uns 3 zigue-zagues
Reta de chegada, ou melhor, curva de chegada
Próximo da passagem do bastão
Quebrados mas satisfeitos: 3h23min06s

Local: Kartódromo do Beto Carrero

Data: 03/08/2013 
Horário: 18:30 Hs 
Distância: 42 Km (40,18 Km) em dupla   

Inscrição: R$ 155   
Kit: Sacola, camiseta, toalha, boné, revista e número de peito.

Tempo: 3h23min06s
Pace: 5:02 min/Km

Colocação: 028 de 047 (dupla masculina)
Colocação: 148 de 349 (geral)

domingo, 4 de agosto de 2013

28/07/2013 - Track & Field Run Series - Etapa Shopping Iguatemi - FLN/SC

(Foto de Hermeto Garcia - Focoradical)
Track & Field Run Series - Etapa Shopping Iguatemi - FLN/SC
Resultado
Essa é uma das minhas corridas favoritas aqui em Florianópolis. É nela que tento bater os meus recordes pessoais, pelas condições de percurso e clima. Entretanto, dessa vez teve que ser diferente. Na verdade, eu acho que nem deveria ter participado.

Depois da corrida da Volta a Lagoa onde comecei a sentir a dor (acho que na panturrilha) um pouco depois do segundo quilômetro, reduzi bastante os treinos durante a semana. Somente dois dias de corridas bem de leve e musculação. Cheguei me sentindo muito bem para a corrida, sem qualquer sinal de dor e sonhando até em correr forte.

Mas o receio da dor voltar e o pensamento no desafio da Maratona Beto Carrero que tinha me proposto a fazer em dupla com o amigo Enio Augusto, me fizeram ser bem mais conservador. Não seria essa a hora de brigar por um tempo melhor.

Fui para a prova decidido a fazer um treino pra sentir as reais condições. O difícil seria me conter na largada. Antes de começar a prova encontrei vários amigos, inclusive alguns que fazia tempos que não via. E quem estava muito feliz era a Ana Clara que estava voltando depois de alguns meses de recuperação. 

Como a Ana iria fazer somente os 5 Km e em ritmo de 7 min/Km, pensei, é por aí mesmo que vou começar. E pra não cair em tentação de disparar na largada resolvemos largar entre os últimos. No meu pensamento estava fazer esses 5 primeiros Km tranquilos e caso estivesse tudo certinho, fazer uma segunda volta mais forte (no caso dos 10 Km o percurso seria de duas voltas).

A largada foi pontual às 7:30. Confesso que segui meio receoso e experimentando uma sensação diferente de correr sem um objetivo pré-estabelecido, ou melhor, o objetivo era me conter. Porém, aos poucos fui conseguindo curtir mais a prova, principalmente por ver a alegria do retorno da Ana Clara. Correr sem grande esforço tem a vantagem de poder observar a paisagem ao redor e observar detalhes que passam totalmente batidos normalmente.


1º Km – 06:42
2º Km - 07:00
3º Km – 06:55
4º Km – 06:49
5º Km – 06:36
6º Km – 07:47
7º Km - 07:58
8º Km – 06:15
9º Km – 06:17
10º Km – 06:13

Fui tirando fotos e conversando durante a 1a. volta inteira, quando completamos os 5 Km. Daí pra frente segui sozinho. Ia tentar acelerar um pouco. Frustração. Não durou nem alguns metros. Logo no início da segunda volta aquela velha dor apareceu. Não tinha mais condições de correr. Comecei a caminhar.

Tentei voltar a correr devagar, mas a dor não deixava. Provavelmente teria que terminar a prova caminhando. E já estava praticamente entre os últimos. Não demoraria e estaria ouvindo a sirene atrás de mim.

Veio a ideia então de testar correr de costas, lá pelo meio do 6º Km. E não é que funcionou. Correndo de costas não sentia a mínima dor nas pernas. Parecia que nada tinha acontecido. Provavelmente os músculos utilizados são outros e isso me salvou a corrida. Não é muito confortável correr de costas, mas estava até conseguindo manter um pace médio de 6:15. 

Faltando uns 2 Km o Sebastião me encontrou. Eu vinha solitário tentando completar a prova. E ele me acompanhou até o finalzinho, às vezes de costas também, pra não me deixar sentir tão diferente assim.

Na chegada, voltei a correr de frente pelo menos pra passar pelo portal, mas ainda sentindo dores. Confesso que cheguei tão contente como se estivesse corrido bem. Com a satisfação de ter conseguido completar a prova.

Aproveitei para me hidratar e alimentar bem. E dessa vez esperei para fazer a massagem. Minhas pernas estavam precisando.

Nessa prova pude experimentar um sentimento diferente, simplesmente por poder completar a prova sem estar brigando contra o relógio ou pace, aproveitando e curtindo mais a corrida. Ainda mais podendo conversar com as boas companhias que tive durante a prova. Muito bom mesmo. Obrigado, Ana Clara e Sebastião.


 Alguns loucos enfrentando o frio
 Ana Clara, alegria em pessoa
 Grande companhia durante os primeiros 5 Km
Correndo de costas (Foto de Hermeto Garcia - Focoradical)
 Chegando meio solitário, mas completei !!!
Registrando mais uma medalha com as meninas da RBS TV:
Camille Reis, Ligia Gastaldi e a Sonia Campos

Local: Shopping Iguatemi

Data: 28/07/2013 
Horário: 7:30 Hs 
Distância: 10 Km   

Inscrição: R$ 98   
Kit: Sacola, camiseta, meia, toalhinha, porta cápsula e número de peito.

Tempo: 1h08min25s
Pace: 6:51 min/Km

Colocação: 042 de 042 (categoria 40-44 anos)
Colocação: 338 de 340 (masculino)
Colocação: 485 de 496 (geral)